Qual a importância de ingerir Vitamina C?

11/12/12

A Vitamina C está mais presente em nosso dia-a-dia do que imaginamos. Seja nas revistas, nos programas de televisão, nos alimentos e por que não, nos cosméticos? Mas, afinal, qual a verdadeira importância desta vitamina? Nossa Dra. Carla Rossini, nutricionista esportiva dá a dica! A quantidade atualmente recomendada de vitamina C para os brasileiros é de 75mg diárias para mulheres e 90 mg para homens. Porém, alguns pesquisadores defendem uma dose de 200 mg diárias para adultos. A Vitamina C age como antioxidante e interfere na produção de óxido nítrico que, é muito importante para o controle arterial, evitando complicações do sistema cardiovascular, como infartos e derrames. De acordo com a teoria, se fizéssemos isso, combateríamos mais eficientemente complicações nervosas. E como de fato isso acontece?

Em estudo recente da Universidade John Hopkins (EUA), foi apontado que, a ingestão média de 500 mg, está associada a uma queda de 3,8 mn de Mercúrio na pressão arterial. Embora a quantidade de 200mg, se consumida regularmente, já faria a pressão cair. Uma das causas apontadas é que a Vitamina C possivelmente teria ação diurética, ajudando assim a expulsar o Sódio em excesso do organismo. A outra hipótese, é de que, a substância ajuda a dilatar as artérias. Tanto uma, quanto a outra, seria bons motivos para diminuir a incidência de complicações do sistema cardiovascular.

Ainda, a Vitamina C seria ótima para combater o Mal de Alzheimer, segundo a Universidade de Ulm (Alemanha). Cientistas observaram que, pacientes idosos com maior propensão a desenvolver a doença, estavam com defasagem de Betacaroteno e Vitamina C no organismo. No entanto, outros antioxidantes, como o Licopeno e a Vitamina E, aparecem em taxas regulares. Ou seja, aparentemente, haveria uma relação entre a Vitamina C e o desenvolvimento do Mal de Alzheimer.

No Brasil, o consumo da vitamina pela população beira 80% do ideal. Embora você facilmente consiga completar a ingestão da Vitamina C com uma boa alimentação. Aposte nesses aqui: laranja, limão, acerola, abacaxi, manga, banana, kiwi, agrião, alface, rúcula, pimentão, batata, brócolis, espinafre, ervilha e muitos outros.

Há indícios de que a Vitamina C ajuda a reduzir e prevenir a Osteoporose, através de estudo realizado com camundongos fêmeas, após a retirada de seus ovários. No entanto, essa teoria não é compartilhada pelos médicos brasileiros em relação a seres humanos.

Ainda, segundo a Unifesp, a Vitamina C inibe danos oxidantes, auxiliando na prevenção do câncer, pelo fato de reduzir os riscos de tumores. No entanto, em excesso, o Ácido Ascórbico (Vitamina C), acaba por se tornar pró-oxidante. O que exatamente é isso e quais são os riscos do excesso de vitamina? O limite máximo de ingestão diária, é de 2 mil miligramas, apesar de esse consumo já trazer desconforto intestinal.  Podemos citar a formação de pedras nos rins, quando o Oxalato é anexado ao Cálcio.

Ou seja, ficar ingerindo cápsulas, pode não ser uma boa, a não ser para idosos ou quem se recupera de alguma cirurgia/anemia. Quando consumida direto no alimento, ela age em sinergia com outras substâncias, já sozinha, em cápsulas, não tem o mesmo efeito. Fica a dica! : )

Suas benesses também podem ser comprovadas no sistema respiratório, por estimular a formação de macrófagos. Por isso, é bacana termos o hábito de ingeri-lapela vida toda e não somente quando ficamos gripados. Por ser sensível a temperaturas altas, é importante consumir os alimentos crus ou legumes e vegetais através da técnica de branqueamento.

Dra. Carla Rossini (Nutricionista Esportiva)

Telefone: 11 – 988545621

E-mail: carlinharossini@hotmail.com

Compartilhe:

Comentários

Em toda loja
  • Em toda loja
  • Equipamentos
  • Acessórios
Olá visitante! Sua conta