Como as panelas de hoje ajudam em nossa alimentação

18/12/12

Todos nós nos preocupamos em ter uma alimentação saudável, optando por produtos orgânicos, não industrializados, com baixo teor de gordura e uma alta taxa de vitaminas e nutrientes. No entanto, não é de hoje que ouvimos falar que, os utensílios de cozinha, especialmente as panelas, podem agir como vilões e não somente como ferramentas de trabalho.

Pensando nisso, diversos fabricantes tem inovado em tecnologia para oferecer o melhor em termos de sustentabilidade e saúde. Vejamos alguns exemplos disponíveis no mercado nacional.

Antes de mais nada, dê uma boa olhada em suas panelas e elimine aquelas que simplesmente já estão há muitos anos com você. A Arno aposta na Actifry, ela elimina a gordura utilizada no preparo dos alimentos. Segundo Carolina Giuntoli, gerente de produto do Grupo SEB, fabricante responsável, a panela mantém a temperatura estável, movimentando o alimento, garantindo a mesma textura do que se tivesse sido frito por imersão. Com o calor atingindo no máximo 180°, é possível utilizar um óleo mais saudável, como o de linhaça, preservando os nutrientes do mesmo, já que ele não corre o risco de queimar.

As temperaturas muito altas alteram a estrutura dos alimentos, comprometendo o aproveitamento dos nutrientes. Para acertar no ponto saudável, a dica é comprar panelas com fundo triplo. Esse sistema opera como se fosse um sanduíche, com um bom condutor de calor entre as camadas de revestimento, evitando que a parte de baixo super aqueça e que a de cima continue fria.

Outros lançamentos apostam no cozimento à vapor, como a Rochedo Turbo, da Rochedo. Eduardo Dagnone, também gerente de produto do Grupo SEB, explica que ela possui um cesto em seu interior, preparando os alimentos sem que eles fiquem imersos na água.  Esse processo evita que se percam compostos hidrossolúveis, como as vitaminas do Complexo B. A questão é que, outras moléculas precisam estar em contato com a água para serem absorvidas, como o betacaroteno.  Cuidado para não exagerar no sal. No vapor, ele tem mais dificuldade em penetrar o alimento e as pessoas acabam se empolgando.

Já na onda da sustentabilidade, a Neoflam lançou panelas antiaderentes que não contém PTFE e PFOA. Essas duas siglas são compostos químicos utilizados na fabricação das panelas, tidos como danosos à saúde. Alguns defendem que seu uso acaba reduzindo a eficácia de vacinas em crianças e até mesmo, fomentando a produção de células cancerígenas. José Roberto Petrak de Campos, gerente comercial da Neoflam, garante que, as panelas são feitas à base areia e pedra e nem por isso sua performance é inferior.

A Electrolux lança em abril o Blue Touch NutriVapor, o primeiro fogão do país que assa peixes e legumes no vapor. Para tanto, o eletrodoméstico vem com um refratário de vidro que, concentra o vapor e garante a textura do alimento.

Seja qual for sua panela, é vital saber manuseá-la. Mantenha a temperatura média, limpe sem abrasivos, como as esponjas metálicas e evite deixar a panela vazia em cima da chama.

Todas essas panelas de ponta contribuem para um uso reduzido de óleo, o que é muito bom, visto que, o maior problema do óleo de cozinha é o descarta apropriado. Fora que, panelas mais fáceis de limpar, consomem menos água e sabão.

Compartilhe:

Comentários

Chat
Precisa de ajuda? Vamos conversar!
Desculpe mas não temos nenhum operador online no momento. Você pode ligar para (12) 1234 5678
Em toda loja
  • Em toda loja
  • Equipamentos
  • Acessórios
Olá visitante! Sua conta